Toyota anuncia expansão em Sorocaba

Toyota anuncia expansão da produção em Sorocaba

Planta passará dos atuais 74 mil veículos produzidos por ano para 108 mil e vai contratar mais 400 pessoas
Em meio a crise econômica brasileira a Toyota anuncia aumento da produção e contratações de pelo menos 400 pessoas em Sorocaba. A estimativa é que as contratações comecem no segundo semestre do ano, afirma o vice-presidente da Toyota do Brasil, Percival Donato Maiante, que esteve ontem na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (Smetal). Segundo ele a partir do ano que vem, a fábrica passará dos atuais 74 mil veículos produzidos por ano para 108 mil. O investimento será de R$ 100 milhões, aproximadamente. Os motores dos automóveis serão fornecidos pela fábrica da multinacional que está sendo instalada em Porto Feliz. O presidente da Toyota do Brasil, Koji Kondo, também esteve presente no anúncio.

Na planta sorocabana a montadora produz o Etios. Maiante afirma que a maior parte da produção ficará no mercado nacional. Segundo ele o modelo, lançado em setembro de 2012, teve grande aceitação e a rápida evolução motivou a expansão da unidade sorocabana. Ele afirma que atualmente o Etios é o modelo mais vendido pela montadora no Brasil. São nove versões do carro, entre as carrocerias hatchback e sedã. Durante o ano passado foram comercializadas 66 mil unidades do modelo e outras 20 mil foram vendidas para Argentina, Paraguai e Uruguais.

São 1.600 funcionários trabalhando em dois turnos. "Estou muito orgulhoso do trabalho árduo e cooperativo que o nosso time da Toyota do Brasil vem realizando", comentou o Steve St. Angelo, chairman da Toyota do Brasil e CEO da Toyota para a América Latina e Caribe. Elogiando a mão de obra da planta local, Angelo afirmou que os funcionários primam pela qualidade e do serviço pós-venda.

Mais empregos

A notícia foi comemorada pelo presidente do Smetal, Ademilson Terto da Silva, "A expansão trará um bom impacto para toda a cadeia produtiva, que envolve as 11 empresas sistemistas", diz. A avaliação é de que para cada um emprego direto podem ser criados oito indiretos. Terto destaca o fato da planta local da montadora estar em funcionamento há três anos apenas. Se as contratações forem concretizadas a fábrica somara até 2.100 empregos diretos.

Os motores dos carros vão ser fornecidos pela fábrica da Toyota que está sendo instalada em Porto Feliz e iniciará as atividades em 2016. Com isso a nacionalização do Etios, que atualmente é de 60%, será ainda maior e, segundo Maiante, se aproximará de ser total. Participaram da reunião também o diretor de Recursos Humanos da Toyota, Roberto Yanagizawa, o diretor do SMetal, João Farani e os metalúrgicos do Comitê Sindical de Empresa (CSE) da montadora.

A Toyota do Brasil Ltda. conta com três unidades produtivas em Indaiatuba, São Bernardo do Campo e Sorocaba, dois centros de distribuição de veículos em Guaíba (RS) e Vitória (ES), um centro de distribuição de peças em Votorantim, um escritório de representação em Brasília (DF) e um escritório comercial na cidade de São Paulo e mais de 5.300 colaboradores. (da Redação)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas do Cidadão alteram critérios de atendimento em Sorocaba

Você sabe a diferença entre pandemia, epidemia e endemia? Pandemia