REFORMA TRABALHISTA



Olá Pessoal, bom dia.
Como combinamos, vamos ao primeiro POST do nosso Blog. Bem, antes, eu quero parabenizar uma pessoa que está sempre atuante em nossa cidade e que vem fazendo um trabalho muito bacana com os moradores do Habiteto. Ele é o Toninho Corredor, como é mais conhecido.
E para isso, ontem, dia 11 de Novembro de 2017, aconteceu na Praça das Águas, a 13ª corrida de 5,5 e 10km promovido por essa pessoa muito especial #toninhocorredor. Uma noite perfeita para os atletas da Região Metropolitana de Sorocaba, na prova Solidária, que tinha como objetivo contribui para o Instituto Atleta Cidadão.
Parabéns a todos os atletas que participaram.




Bem, nesse post, vou falar um pouco que aconteceu nessa semana. Entrou em vigor algo muito importante e que mexe com todos os Brasileiros, que foi a 

Para maiores esclarecimentos, veja: https://meutrabalhominhasescolhas.com/o-que-muda/, ou assista esse vídeo e entenda melhor sobre suas escolhas.




Reforma nas Leis Trabalhistas.
A CLT, ou Consolidação das Leis Trabalhistas, existe para garantir todos os direitos dos trabalhadores que estão na ativa, mas para entendermos os motivos das mudanças, é necessário saber que a CLT, foi criado em 1º de maio de 1943 e sancionada pelo então Presidente Getúlio Vargas, durante o Período do Estado Novo. 

Dai o feriado de primeiro de Maio, dia do trabalho.

A reforma, visa uma modernização na relação entre Empregador e Empregado, eliminando pontos que burocratizam essa relação, melhorando o entendimento entre os deveres e obrigações de ambas as partes.
Para isso, é importante entendermos o que muda de fato na reforma trabalhista e vamos falar de alguns pontos importantes:

FÉRIAS
As Férias é um dos destaques da Reforma Trabalhista. É um momento especial, para o trabalhador, para o descando, para repor suas energias.
Então, agora, com a reforma das leis trabalhistas, é possível fazer a divisão de férias. Antes, o trabalhador pela CLT, tinha que tirar 30 dias de férias e no máximo, “vender” 10 dias para o empregador se fosse necessário. Agora, o trabalhador, pode ter seu descanso merecido, dividindo as férias em 3 partes, desde que uma das partes não seja inferior a 15 dias e os demais tenham no mínimo 5 dias. Até os trabalhadores de período parcial, que so podiam tirar 18 dias de férias, agora poderão usufruir de 30 dias, além de poder vender 1/3 de suas férias e fazer hora extra. Tudo Regulamentado sob os olhos da CLT.
Além de tudo isso, poderão agora, negociar com o empregador, sobre feriados que caem no meio da semana, alterando-os para fins de semana, como numa sexta ou numa segunda feira, aumentando o descanso dos empregados com um feriado, digamos prolongado.
Dessa forma, de agora em diante, tanto o empregador quanto o empregado, terão uma organização maior, sendo de um lado uma previsão melhor do seu fluxo de trabalho e do outro lado, um  dos seus dias  de descanso merecido, tudo de acordo com as novas regras.


Horário Flexível


Atualmente, a jornada de trabalho é de 8 horas diárias em dias uteis e 4 horas no final de semana. Também temos a jornada 12/36, que algumas categorias a utilizam, como o setor da Saúde, bombeiros e policiamento.
Agora qualquer categoria poderá, se for o caso, trabalhar 12/36, sempre de acordo com o seu empregador, sem perder direitos já garantidos na CLT, como FGTS e 13º terceiro.

  
Terceirização
Com a Reforma Trabalhista, qualquer atividade dentro das empresas poderão ser realizadas por profissionais terceirizados. Os benefícios, como: atendimento medico, higiene, epis, transporte e outros serão ofertados igualmente. Isso inibe burocracias que atrapalham os
processos de contratação, principalmente para as micros e pequenas empresas .


Contribuição Sindical
A reforma traz, algo muito interessante aos trabalhadores, pois a contribuição sindical agora é totalmente optativa. Ela vale para os empregados ou autônomos, quanto para os empregadores.
Sabe aquele dia do ano que você trabalha para contribuir para o sindicato? Acabou. Isso mesmo, acabou. Agora você vai contribuir se você quiser. Ah, os empregadores também vão pagar se quiser. Liberdade total nas suas escolhas.

Horário de Almoço
Que tal uma folga maior para você resolver coisas pessoais? Pois é, com a reforma, agora, você negociar seu horário de almoço, para caso seja necessário, sair mais cedo empresa, principalmente em dias de pico na hora do Rush.

Hoje, você é obrigado a cumprir 60 minutos de intervalo, mas agora, não. Você combina com o seu empregador, e tem a liberdade de sair mais cedo. Obs. Desde que seja um intervalo de almoço de no mínimo 30 minutos.


Bom pessoal, é isso por hoje. No Domingo que vem tem mais. Se você quiser comentar sobre isso fique a vontade. Se você concorda ou não. A democracia é isso, é liberdade de expressão. Vamos discutir o que é relevante para a sociedade.
Bom domingo a todos.

#digitalconveniencia






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas do Cidadão alteram critérios de atendimento em Sorocaba

Você sabe a diferença entre pandemia, epidemia e endemia? Pandemia