Foxconn constrói nova fábrica em Itu

Foxconn constrói nova fábrica em Itu

Inauguração é prevista para o fim de 2015 e empresa deve criar 5 mil empregos diretos na primeira fase
A empresa Foxconn, com origem em Taiwan, deu início à construção de sua nova fábrica em Itu. As obras de terraplenagem começaram em novembro, a partir da obtenção das licenças ambientais, e o cronograma prevê a entrada em operação no fim de 2015. A empresa é considerada a maior fabricante de produtos 3C (computadores, comunicações e consumos eletrônicos) no mundo. 
A expectativa é que a planta de Itu gere 10 mil empregos diretos, nas várias fases do empreendimento. "A primeira fase, que irá até 2016, contará com um aporte de R$ 400 milhões para a construção e operação de uma unidade de 40 mil metros quadrados e gerará a contratação de aproximadamente 5 mil novos trabalhadores. Com isso, a Foxconn passará a ter no Estado de São Paulo aproximadamente 10 mil funcionários", informa a Prefeitura de Itu. 

A Investe São Paulo, agência de promoção de investimentos do governo estadual, assessora o projeto desde fevereiro de 2010. O anúncio da construção da fábrica foi feito terça-feira ao prefeito Antonio Tuize (PSD). 
A produção nas demais unidades da Foxconn no Brasil não será alterada com a nova planta em Itu, destacaram representantes da empresa. Com a nova planta, o objetivo é aumentar a produção local, trazendo novas tecnologias para computadores e produtos eletrônicos.

A fábrica será construída no quilômetro 22 da rodovia SP-75, próxima ao aeródromo de Itu, e deverá ser a sexta da Foxconn no Brasil. O processo para a escolha da cidade durou mais de dois anos, de acordo com a Prefeitura. A empresa levou em conta a proximidade com fornecedores, o mercado consumidor e outras unidades da empresa, localizadas em Jundiaí e Indaiatuba; além da mão-de-obra qualificada em cidades da região. 

A Foxconn deve contratar funcionários nas áreas de engenharia, tecnologia da informação e setor administrativo. De acordo com a empresa, em seu site, "com o objetivo de integrar-se à comunidade local, a Foxconn têm práticas corporativas alinhadas com as necessidades legais e culturais, além de adotar a estratégia de desenvolvimento de mão-de-obra da cidade e região em que está estabelecida, gerando mais empregos e qualificação profissional."
A empresa iniciou as atividades no Brasil em 2005, em Manaus (AM), produzindo celulares. Em 2007, a fábrica passou a produzir também máquinas fotográficas digitais e um ano antes, em 2006, a empresa abriu outra unidade em Indaiatuba, também voltada a aparelhos celulares.

A maior planta, atualmente, está em Jundiaí. A fábrica foi desenvolvida especialmente para a montagem de computadores, notebooks e netbooks, além das placas-mãe desses equipamentos. Em 2011, a companhia abriu mais uma unidade em Jundiaí, especificamente para smartphones e tablets.

A Foxconn faz montagem de notebooks, desktops, all-in-ones, celulares, smartphones, câmeras digitais, modens, tablets, cartuchos para impressão jato de tinta, servidores e workstations. 
"Além de proporcionar uma geração de empregos maciça, a empresa deverá confirmar a tendência do município em se tornar um imenso polo tecnológico, atraindo outras indústrias do segmento", disse o prefeito de Itu. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas do Cidadão alteram critérios de atendimento em Sorocaba

Você sabe a diferença entre pandemia, epidemia e endemia? Pandemia