LITERATURA DE CORDEL - WHATSAPP


Esse tal de “Zap Zap”                                            
É negócio interessante
Eu que antes criticava
Hoje teclo à todo instante
Quase nem durmo ou almoço
E quem criou esse troço
Tem uma mente brilhante.





Quem diria que um dia
Eu pudesse utilizar 
Calculadora e relógio
Câmera de fotografar 
Tudo no mesmo aparelho 
Mapa, calendário, espelho 
E telefone celular. 

E agora a moda pegou 
Pelas “Redes Sociais” 
É no “Face” ou pelo “Zap” 
Que o povo conversa mais
Talvez não saiba o motivo
Que esse tal de aplicativo 
É mais lido que os jornais. 

Eu acho muito engraçado 
Porque muita gente tem 
Um Grupo só pra Família
Um do Trabalho também
E até aquele contato
Que só muda de retrato
Mas não fala com ninguém! 

Tem o Grupo da Escola 
O Grupo da Academia 
Grupo da Universidade
O Grupo da Poesia 
Tem o Grupo das Baladas
Das Amigas Mais Chegadas
E o da Diretoria.

Tem quem mande Oração
“Bom dia!”, de vez em quando 
Quem só mande figurinhas
Quem só fique reclamando
Nos Grupos é que é parada 
Dia, noite, madrugada
Sempre tem alguém teclando.

Cada um que analise 
Se é bom ou se é ruim
Ou se a Tecnologia
É o começo do fim 
Talvez um voto vencido
Porém o Zap tem sido
Até útil para mim. 

Eu acho que a Internet 
É uma coisa muito boa 
Tem coisas muito importantes
Porém muita coisa à toa
Usar de forma acertada 
Ou, por ela, ser usada 
Vai depender da pessoa.

Comunicação é bom 
Vantagens que hoje se tem
Feliz é quem tem amigos 
Fora das Redes também 
A vida só tem sentido 
Quando o que é permitido 
É aquilo que convém. 

Pra quem meu verso rimado 
Acabou de receber
Compartilhe esta mensagem 
Que finaliza a dizer: 
“Viva a vida intensamente Porque é pessoalmente Que se faz acontecer!”

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas do Cidadão alteram critérios de atendimento em Sorocaba

Você sabe a diferença entre pandemia, epidemia e endemia? Pandemia